Chávez presenteia Obama com livro de expoente da esquerda americana

Port of Spain (Trinidad e Tobago), 18 abr (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, presenteou hoje o seu colega americano, Barack Obama, com o livro As Veias Abertas da América Latina, muito considerado pela esquerda do continente e escrito pelo uruguaio Eduardo Galeano.

EFE |

A entrega do presente aconteceu no início da reunião entre Obama e os líderes da União de Nações Sul-americanas (Unasul), realizada antes da primeira sessão da 5ª Cúpula das Américas.

Chávez presenteou Obama depois que, ontem, durante a abertura da cúpula, em Trinidad e Tobago, ofereceu sua amizade ao colega americano e lhe deu um apertão de mão.

"Com esta mesma mão, há oito anos, eu cumprimentei (George W.) Bush. Quero ser seu amigo", disse Chávez quando estendeu a mão a Obama na sexta-feira.

Hoje, quando o presidente americano já estava sentado com os líderes da Unasul, o chefe de Estado da Venezuela esperou-o acabar de falar para se levantar e dirigir-se a ele.

Após receber o livro, Obama agradeceu, mostrou o presente às câmeras e pousou-o sobre a mesa.

Galeano, que escreveu "As Veias Abertas da América Latina" nos anos 70, virou um expoente da esquerda americana e presença frequente em foros alternativos.

O livro, que conta a história da América de forma cronológica e por meio de relatos curtos, fala dos abusos que os colonizadores europeus cometeram contra os povos nativos e dos saques que a América Latina e o Caribe sofreram.

Fontes da Casa Branca classificaram o livro que Obama recebeu como uma obra acadêmica que representa "a base da teoria sobre a dependência da América Latina" em relação ao vizinho do norte. EFE erm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG