Chávez permite que Lula fale com Obama sobre relações com Venezuela

Caracas, 5 mar (EFE).- O governante da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje que deu sinal verde ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que fale do caso venezuelano com o líder dos Estados Unidos, Barack Obama.

EFE |

Durante um ato de transferência de comando militar em um forte do oeste da Venezuela, Chávez disse que Lula tinha afirmado que "queria conversar com o presidente dos Estados Unidos sobre o caso venezuelano", na próxima reunião entre ambos.

Após ressaltar que a Venezuela "não precisa de intermediários" para falar com outros países, Chávez acrescentou que, "no entanto, por se tratar de Lula e de sua boa fé", tinha "dado sinal verde para que falasse o que achasse apropriado".

"Vamos ver se é verdade" que Obama fará "uma mudança histórica" na política americana, disse o governante venezuelano, que reiterou a exigência de que "se respeite" a Venezuela.

"Nós exigimos respeito à dignidade do povo da Venezuela e à soberania (...); não vamos tolerar falta de respeito alguma à nossa soberania", disse.

Em outro momento do discurso, Chávez disse que não tinha "muitas esperanças em que o Governo (dos EUA) mude".

Desde setembro do ano passado, Caracas e Washington não possuem embaixadores nas respectivas nações, após o líder venezuelano ter ordenado a expulsão do chefe da delegação diplomática americana da Venezuela, e depois de o presidente George W. Bush ter feito o mesmo. EFE eb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG