erro gravíssimo a favor de Micheletti - Mundo - iG" /

Chávez pede que Obama corrija erro gravíssimo a favor de Micheletti

Caracas, 10 jul (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, pediu hoje ao líder dos Estados Unidos, Barack Obama, que reconsidere o erro gravíssimo de sua secretária de Estado, Hillary Clinton, de promover um diálogo que favoreça o governante em exercício de Honduras, Roberto Micheletti.

EFE |

"Estamos enfrentando este gravíssimo erro com boa fé, diante do que se transformou em uma armadilha para a democracia", de acordo com Chavez, que qualificou Micheletti como "um usurpador" que deveria ter sido preso ontem na Costa Rica.

O chefe de Estado venezuelano acrescentou que não tem certeza "se ela (Hillary) consultou Obama" sobre esse diálogo, que avaliou como "já abortado e sepultado", embora ainda fique "alguma chama acesa".

Depois de exigir de Washington que, além de retificar, "faça algo mais", como retirar vistos, congelar propriedades e contas bancárias americanas "dos golpistas", Chávez denunciou planos de golpes de Estado similares na Guatemala, Nicarágua e El Salvador.

O presidente da Costa Rica, Óscar Arias, que atua como mediador nos diálogos entre delegações do presidente hondurenho deposto, Manuel Zelaya, e de Micheletti, eleito pelo Congresso após o golpe militar, se emprestou a este "precedente nefasto", lamentou. EFE ar/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG