Chávez pede integração na abertura da Cúpula América do Sul-África

Porlamar (Venezuela), 26 set (EFE).- A segunda Cúpula América do Sul-África (ASA) começou hoje na ilha Margarita, na Venezuela, com a participação de mais de 30 chefes de Estado e de Governo e com o pedido do presidente anfitrião, Hugo Chávez, de agilizar a integração entre as duas regiões.

EFE |

Chávez também pediu que seus colegas "deem visão estratégica e viabilidade" à integração com o objetivo de obter "resultados" no médio prazo.

O governante venezuelano comentou brevemente que ainda existem "desacordos" entre os delegados ministeriais para aprovar algumas partes da declaração final e do plano de ação, além dos documentos que os líderes reunidos na ilha venezuelana deverão revisar e assinar.

"Mas 99% de seu conteúdo está acordado", afirmou Chávez.

O presidente venezuelano disse que os presentes devem aprovar a declaração final e o plano de ação e falou inclusive de um "terceiro documento" cujo conteúdo não informou.

O governante venezuelano destacou especialmente a necessidade de agilizar os mecanismos já criados na primeira Cúpula ASA, realizada em 2006 em Abuja.

Chávez propôs "elevar para o nível de comissões ministeriais" os grupos de trabalho atualmente existentes, assim como "criar uma mesa de presidentes e de assessores" presidenciais que esteja "dedicada exclusivamente a criar uma agenda estratégica da ASA".

"Temos que dar visão estratégica e viabilidade" à ideia de integrar América do Sul e África com a estruturação e o início de uma "agenda de trabalho para os anos 2010-2020", declarou o presidente venezuelano. EFE gf/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG