Chávez ordena tomada de portos e aeroportos e ameaça opositores

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ordenou neste domingo a tomada pelo Exército de portos e aeroportos que se encontram nas mãos de líderes opositores.

Redação com agências |

Reuters
Chávez fala no
Chávez fala no "Alô, Presidente"
Em seu programa semanal, "Alô, Presidente", o líder venezuelano afirmou que a medida tem como objetivo obter o controle das instalações e colocá-las à disposição do povo.

A propriedade privada estará sempre subordinada à lei e ao interesse nacional, disse . Nenhum venezuelano pode declarar-se acima da lei, reiterou.

Chávez ordenou que as Forças Armadas da Venezuela tomem, ainda nesta semana, os portos de Maracaibo, no estado de Zulia, e de Puerto Cabello, em Carabobo. Ele advertiu os governadores de oposição que, caso se oponham à medida, serão presos.

Nos últimos meses o governo já havia acabado com o controle de líderes regionais sobre serviços como hospitais e forças policiais, provocando acusações de que está enfraquecendo autoridades eleitas da oposição e ampliando seu poder.

Chávez não explicou quantas instalações serão afetadas nessa última determinação. O anúncio de domingo foi feito apenas alguns dias depois de o Congresso ter aprovado uma lei que permite que o governo central assuma estradas, portos e aeroportos se líderes estatais não conseguirem realizar sua manutenção de maneira adequada.

(Com informações da Agência Brasil e do Valor Online)

Leia também:


Leia mais sobre Hugo Chávez

    Leia tudo sobre: hugo chavezhugo chávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG