Chávez ordena regresso de seu embaixador à Colômbia

CARACAS (Reuters) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, determinou neste sábado o regresso de seu embaixador à Colômbia poucos dias depois de tê-lo retirado de lá. O anúncio foi feito pelo próprio presidente após uma reunião de várias horas com sua equipe. O incidente diplomático havia sido uma reação de Chávez ao plano colombiano de aumentar a presença de militares norte-americanos em seu território e às acusações de que havia dado armas à guerrilha Farc através da fronteira.

Reuters |

A decisão surpreendeu. Dias atrás, Chávez ameaçou adotar sanções contra a estatal petroleira colombiana Ecopetrol e disse que bloquearia algumas importações de veículos. A Venezuela é um dos principais parceiros comerciais da Colômbia.

O presidente colombiano, Alvaro Uribe, fez um périplo pela região em busca de apoio à sua decisão. O país alega que o efetivo adicional dos EUA servirá ao combate ao narcotráfico, o que Chávez vê como uma ameaça à Venezuela.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG