Chávez nega paternidade de homem que diz ser seu primogênito

CARACAS (Reuters) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, descartou na terça-feira ser o pai de um homem que garantiu recentemente à imprensa que seria o filho mais velho do presidente. O homem, chamado Salomón Fernández, ficou conhecido quando há algumas semanas garantiu ser o primogênito de Chávez e denunciou que havia sido excluído da lista de pré-candidatos em eleições locais.

Reuters |

'Tem um moço por aí há vários anos que diz que é meu filho ... Se esse moço fosse meu filho eu já o teria aqui no meu regaço, eu adoro meus filhos', disse Chávez, que tem quatro filhos.

O presidente acrescentou que investigou o caso e assegurou que Fernández não agiu de má-fé, mas esclareceu que não vai se submeter a um teste de DNA para provar se ele é ou não o progenitor.

'Pode-se fazer um teste de DNA quando há um contexto que justifique, mas neste caso não há, nem conheço a mãe desse moço', disse no fim de uma cerimônia na sede presidencial.

Chávez afirmou que o país que governa desde 1999 pode ter a certeza de que se houvesse uma possibilidade de que Fernández fosse seu filho nunca fugiria da responsabilidade e permitiria um exame de sangue para comprovar, 'mas neste caso é difícil, um pouco difícil que seja certo'.

(Por Ana Isabel Martínez)

REUTERS FE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG