Chávez nega inimizade com Raúl Castro

Caracas, 21 mar (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, negou hoje que tenha alguma inimizade com seu colega cubano, Raúl Castro, afirmando que, pelo contrário, seus laços com ele aumentam gradativamente.

EFE |

"Eu me tornei amigo de Raúl Castro, que antes quase não conhecia", disse durante discurso em rede nacional obrigatória de TV, após falar que "por aí há uma campanhazinha dizendo que Raúl e eu estamos brigados".

Ele referiu-se ao ex-chanceler mexicano Jorge Castañeda, que em artigo publicado esta semana por diversos jornais venezuelanos sugeriu que a destituição de Carlos Lage e Felipe Pérez Roque dos cargos de vice-presidente e ministro de Relações Exteriores de Cuba, respectivamente, seria uma conspiração contra Raúl Castro com participação de Chávez.

O irmão de Fidel Castro "é um homem muito sensível", disse Chávez, chamando-o de "pai".

Raúl Castro fez à Venezuela sua primeira viagem ao exterior desde que assumiu o comando, em retribuição às muitas visitas de Chávez à ilha. EFE ar/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG