Chávez mantém relações com Colômbia congeladas

Caracas, 9 ago (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, esclareceu que mantém congeladas as relações com a Colômbia apesar de ter ordenado na sexta-feira passada o retorno a Bogotá do embaixador da Venezuela, Gustavo Márquez.

EFE |

"Insisto, a decisão de congelar as relações com o Governo do (presidente da Colômbia, Álvaro) Uribe se mantém", declarou Chávez neste sábado, ao receber membros do partido opositor colombiano Polo Democrático Alternativo (PDA) no palácio presidencial de Miraflores, no centro de Caracas.

Segundo Chávez, "o Governo de Uribe estaria sendo utilizado pelos Estados Unidos, que promove uma guerra entre Venezuela e Colômbia para depois intervir com a desculpa de instaurar a paz e a partir daí controlar a riqueza petrolífera venezuelana".

Ao receber esta noite os representantes da esquerda colombiana, Chávez insistiu em que este novo episódio de tensão diplomática bilateral, derivado do conflito interno da Colômbia, não afetará as relações dos povos de ambos os países.

"Não queremos causar dano às relações entre nossos povos", disse Chávez aos visitantes, segundo informou a estatal "Agência Bolivariana de Notícias".

Leia mais sobre: Hugo Chávez

    Leia tudo sobre: chávezcolômbiavenezuela

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG