O presidente venezolueno, Hugo Chávez, mais uma vez denunciou um plano para derrubá-lo em 2009, promovido pela oposição com o apoio dos Estados Unidos, e pediu à cidadania que votem em candidatos do governo nas eleições regionais de 23 de novembro para evitar sua queda.

"Estão urdindo um plano para me derrubar em 2009", afirmou o presidente em um ato de apoio aos candidatos do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), em Guacara, estado Carabobo, oeste de Caracas.

"Ele querem derrubar Chávez. Essa é a loucura deles, essa é a obsessão deles", denunciou, sem dar maiores detalhes do suposto complô, que estaria sendo elaborado pelo "império americano".

O partido oficial governa em 18 dos 24 estados do país, cinco são governados por dissidentes do chavismo e a oposição governa em dois.

As últimas pesquisas indicam que os opositores podem ganhar entre cinco e sete governos regionais nessas eleições, que Chávez classifica de cruciais para continuar com seu projeto de instaurar o socialismo na Venezuela.

cd/du/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.