O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou que irá ao Equador em maio para acompanhar seu colega e aliado Rafael Correa na celebração do 187º aniversário da batalha de Pichincha, que selou a independência de Quito, informou o canal estatal Telesur, nesta sexta-feira.

Durante seu vôo de China para Cuba, após sua viagem pelo Oriente Médio e pela Ásia, Chávez confirmou que irá à Argentina e ao Brasil, depois da Cúpula das Américas, cumprindo as reuniões trimestrais previstas com seus homólogos dos países vizinhos.

Lembrou ainda que, na próxima semana, receberá o presidente colombiano, Álvaro Uribe, antes da reunião extraordinária da Alternativa Bolivariana para as Américas (Alba), prevista para 16 de abril.

Chávez chegou hoje a Cuba, em sua segunda visita este ano à ilha caribenha, para se reunir com o presidente Raúl Castro e com Fidel Castro, antes da reunião de chefes de Estado em Trinidad y Tobago, entre 17 e 19 de abril.

mdp/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.