Teerã, 2 abr (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, iniciou nesta quinta-feira uma visita oficial de três dias ao Irã, destinada a estreitar e ampliar as excelentes relações políticas e comerciais que unem os dois países.

Chávez, em sua sétima visita oficial ao país, foi recebido no Palácio Presidencial pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad, com quem teve uma longa conversa no jardim antes de escutar os hinos nacionais e saudar o corpo diplomático.

Depois, os dois presidentes deixaram os jardins para começar, em particular, as conversas políticas com suas respectivas delegações.

A visita, que se prolongará até sábado, inclui como ato mais importante a inauguração, amanhã, do primeiro banco binacional Irã-Venezuela, que começará a funcionar com US$ 1,6 bilhão.

Tanto Irã como Venezuela insistem que a criação do banco venezuelano-iraniano é uma resposta pioneira para fazer frente à crise mundial e criar uma estrutura alternativa e independente do sistema financeiro internacional.

Está previsto que o Irã agradeça a Hugo Chávez pelo gesto que teve sobre a questão palestina, quando rompeu relações com Israel durante ofensiva militar a Gaza.

Faltando ainda confirmação oficial, a agenda do presidente venezuelano incluirá um encontro no sábado com o líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, e uma visita à estátua que Simón Bolívar tem em um parque de Teerã.

Chávez, que encerra a visita no sábado, seguirá viagem rumo a Pequim e Tóquio. EFE jm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.