Chávez funde ministérios de Economia e Planejamento

Caracas, 15 jan (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou nesta sexta-feira a fusão dos ministérios de Economia e de Planejamento, que será assumido por Jorge Giordani, e a designação como ministro da Energia Elétrica de Alí Rodríguez.

EFE |

"Esta fusão vai permitir mais coerência", acrescentou Chávez, sem dar mais detalhes.

"Alí Rodríguez (até agora ministro da Economia) foi designado como novo ministro da Energia Elétrica e lhe desejo todo o sucesso.

Apenas o chamei me disse: 'Sou um soldado, e onde a revolução precisar de mim, ali estarei'", disse Chávez.

A Venezuela, quinto maior produtor mundial de petróleo, enfrenta uma severa crise energética que o Governo explica pela seca que afeta o país caribenho, cuja produção de energia é de 70% de origem hidrelétrica.

Hugo Chávez anunciou também um aumento de 25% do salário mínimo, aplicável em dois períodos, o primeiro de 10% no dia 1º de março, e um segundo de 15% em 1º de setembro próximo.

Chávez fez o anúncio cinco dias depois da entrada em vigor de um novo esquema cambial com duas taxas controladas, de 2,6 e 4,3 bolívares por dólar, que significou uma desvalorização de 20,9% e 100% em relação à taxa única anterior de 2,15 bolívares.

O salário mínimo mensal vigente na Venezuela é de 967 bolívares (US$ 371,90/US$ 224,80). EFE afs/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG