Chávez faz reforma ministerial na Venezuela

CARACAS (Reuters) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, acertou mudanças na estrutura de seu governo e ratificou ministros em setores-chave, em um movimento que visa promover a mais eficiente revolução socialista. O ministro de Comunicação, Jesse Chacón, informou na terça-feira que a alteração incluiu a saída do ministro de Defesa, a eliminação dos ministérios de Habitação e Proteção Social e a redistribuição de poderes.

Reuters |

Os ajustes buscam "acelerar as dinâmicas que regem a administração do Estado para torná-lo mais eficaz no seu trabalho de construção do bem-estar e interesse coletivo, acentuando o elemento ético como valor de máxima consideração no manejo da coisa pública", explicou Chacón.

O vice-presidente do país, Ramón Carrizalez, foi ratificado em seu cargo e responderá, temporariamente, pelo Ministério da Defesa, que se tornou há alguns meses um órgão administrativo após perder a jurisdição de operações militares.

A mídia especulava há semanas que Chávez faria grandes mudanças em seu gabinete, principalmente na área econômica, em meio ao complicado panorama que paira sobre o país com a queda da renda das receitas do petróleo.

A situação poderia pôr em risco o financiamento de amplos programas sociais promovidos por Chávez para a maioria pobre do país.

Na semana passada, Chávez reempossou o polêmico teórico socialista Jorge Giordani no Ministério do Planejamento.

Na decisão desta terça-feira também foram indicados novos nomes para as pastas de Trabalho e Turismo e foram divididos os poderes do Ministério de Indústria e Comércio.

Eduardo Samán, que lidera desde o fim de semana uma campanha que defende a intervenção nas empresas de arroz no país, foi nomeado para o Comércio.

Chacón disse que será revisada "minuciosamente" a estrutura dos outros ministérios para alcançar a máxima eficiência.

(Reportagem de Patricia Rondón e Fabián Andrés Cambero)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG