Chávez: Farc montaram acampamento no Equador para libertar reféns

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta quinta-feira que o acampamento das Farc no território equatoriano que a Colômbia bombardeou em março foi montado para receber os reféns que seriam libertados pela guerrilha.

AFP |

"A razão fundamental deste acampamento não era agredir a Colômbia, seu objetivo fundamental era o processo de libertação de outro grupo (de reféns das Farc) que iria para o Equador", revelou Chávez em uma entrevista a correspondentes estrangeiros.

O presidente disse que esta "fórmula de recuperação" dos reféns pelo território equatoriano tinha a aprovação do presidente do Equador, Rafael Correa.

Chávez destacou que continuará fazendo gestões para libertar os reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), mesmo sem a aprovação de Bogotá.

As Farc mantêm 39 reféns "políticos", entre civis e militares, incluindo a franco-colombiana Ingrid Betancourt e três americanos, que propõem trocar por cerca de 500 rebeldes presos.

pt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG