Chávez fala pela primeira vez sobre suposto filho ilegítimo

Caracas, Venezuela - O presidente da Venezuela Hugo Chávez negou na terça-feira que seja pai de um homem que se diz seu filho ilegítimo.

AP |

Essa foi a primeira vez que Chávez respondeu publicamente às alegações de Salomon Fernandez, 31, que diz que sua mãe engravidou depois que esteve com Chávez na cidade de Maracay.

Reuters
Presidente venezuelano diz que investigou a questão
Presidente venezuelano diz que investigou a questão
O presidente disse que investigou a questão, chegando a obter certidões de nascimento, mas tem certeza que nunca esteve com a mãe de Fernandez. Ele acusou Fernandez de buscar publicidade e disse que não tem nada a esconder.

"Ela diz que tivemos relações", disse Chávez em um discurso transmitido pela tevê local. "Mas quando Salomon nasceu eu ainda não tinha pisado em Maracay".

Fernandez e o presidente são muito parecidos. Em uma fotografia no website de Fernandez - que até recentemente planejava se candidatar ao governo do Estado de Carabobo - usa uma camisa vermelha similar às preferidas por Chávez.

Chávez mesmo brincou com a similaridade, dizendo que sua filha Maria lhe disse que depois de ver uma entrevista na tevê com Fernandez: "Papai, ele parece um pouco com você".

Mas Chávez garantiu que não é pai de nenhum filho ilegítimo.

"Se esse moço fosse meu filho, eu o teria aqui do meu lado", disse o Chávez, divorciado duas vezes e pai de quatro. "Eu amo meus filhos".

Fernandez, que disse querer conhecer o presidente, também afirma que foi proibido de concorrer ao governo como candidato pelo partido de Chávez em novembro, por motivos não divulgados.

Leia mais sobre: Chávez

    Leia tudo sobre: chávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG