Chávez expressa solidariedade ao Irã por mortos em tragédia aérea

Caracas, 15 jul (EFE).- O Governo do presidente venezuelano, Hugo Chávez, expressou hoje suas condolências e solidariedade para com os parentes dos 168 mortos na queda de um avião da companhia aérea iraniana Caspian Airlines na província de Qazvin, 200 quilômetros a noroeste de Teerã, capital do Irã.

EFE |

O Governo, "em nome do povo venezuelano, expressa as condolências e solidariedade para com os familiares das vítimas do voo 7908 da companhia aérea Caspian Airlines, que caiu na madrugada passada", informou um comunicado da Chancelaria da Venezuela.

A queda de um Tupolev Tu-154 matou 168 pessoas no Irã, em uma das piores tragédias aéreas da história do país.

O aparelho, de fabricação russa, tinha decolado às 11h15 (4h15 de Brasília) do aeroporto internacional Imame Khomeini, de Teerã, com destino a Yerevan, capital da Armênia.

Segundo as autoridades iranianas, 16 minutos depois da decolagem o avião caiu, por causas ainda desconhecidas, perto da aldeia de Janat-Abad, onde produziu uma cratera de dez metros de diâmetro.

Após pegar fogo, a aeronave ficou reduzida a pequenos pedaços.

"Em virtude dos laços de fraternidade que unem ambos os países, o Governo e o povo venezuelanos estendem às autoridades da República Islâmica do Irã e a todo o povo iraniano seu respaldo e apoio incondicional neste momento doloroso", acrescentou o comunicado oficial da Venezuela. EFE gf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG