O presidente venezuelano, Hugo Chávez, ordenou o retorno do embaixador Gustavo Márquez a Bogotá, para impulsionar a criação do que chamou de bases de paz, em um contraponto à presença de soldados americanos em bases colombianas. A Venezuela havia retirado o embaixador de Bogotá na semana passada, alegando que o governo colombiano estava fazendo acusações irresponsáveis ao anunciar que lançadores de foguetes encontrados em poder das Farc teriam sido comprados pela Venezuela na década de 80.

As relações entre os dois países têm estado tensas devido a planos anunciados pela Colômbia de permitir a presença de soldados americanos em suas bases militares.

Chávez disse temer que a medida seja uma preparação para a invasão da Venezuela por forças americanas.

"O que se está semeando ali são ventos de guerra", disse Chávez.

"Volta a Bogotá, Gustavo. Vai trabalhar! Há muito a ser feito", declarou o presidente durante uma reunião no palácio Miraflores.

Bases na Colômbia
Colômbia e Estados Unidos estão perto de assinar um novo acordo que permitirá que militares americanos operem em pelo menos sete bases colombianas.

Ambos países defendem que a medida é necessária para a luta contra o narcotráfico e o terrorismo, além de substituir a capacidade de operação que os Estados Unidos perderão com o fechamento de sua base em Manta, no Equador, depois que o acordo com o país não foi renovado.

O anúncio de Chávez vem logo depois que o presidente colombiano, Álvaro Uribe, terminou um giro por sete países da América do Sul. O governo em Bogotá havia sido acusado por outros países da região de "falta de transparência" em relação ao acordo com os americanos.

Já o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, classificou na sexta-feira de "mito" um possível plano de seu governo de estabelecer bases militares na Colômbia.

"Sejamos absolutamente claros: Temos um acordo de segurança com a Colômbia que já tem muitos anos e ele foi atualizado", disse Obama.

"Esta é uma continuação da ajuda que temos dado a eles."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.