Chávez elogia resposta da Unasul à crise na Bolívia

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, comemorou nesta terça-feira a resposta da União de Nações Sul-Americana (Unasul) à crise que afeta a Bolívia, avaliando que, agora, o subcontinente canta em coro contra as políticas do império.

AFP |


Chávez comentou com os jornalistas sua satisfação com os "resultados esplendorosos" do encontro de chefes de Estado sul-americanos em apoio a seu amigo e aliado, o presidente boliviano, Evo Morales.

"Agora, cantamos em coro. Claro, há barítonos, tenores, cada um (dos presidentes) tem seu tom e sua especialidade, mas cantamos em coro", insistiu Chávez, ao destacar a unidade demonstrada pelos governos sul-americanos no apoio a Morales.

Segundo o presidente venezuelano, a resolução da Unasul deve de ser tomada como uma clara mensagem "aos fascistas bolivianos".

"Se persistirem em suas atitudes de derrubar o governo de Evo, vão ficar isolados. Estão sendo cercados", advertiu.

Chávez também intimou os militares bolivianos a defender seu presidente. "Assumam seu compromisso com o povo boliviano e com seu presidente Evo Morales. Não têm outra alternativa", afirmou, dirigindo-se ao comando militar boliviano.

Leia mais sobre a Bolívia

    Leia tudo sobre: bolíviachávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG