Chávez diz ter torcida de Fidel no referendo

CARACAS (Reuters) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, revelou na quarta-feira que o líder cubano Fidel Castro lhe enviou uma carta desejando a vitória no referendo de domingo. Em rede nacional, Chávez mostrou uma carta datilografada e assinada por Fidel, afastado do poder desde 2006 por motivos de saúde, mas ainda muito influente em Cuba. Vamos mostrá-lo para os que dizem que Fidel está morrendo, disse Chávez.

Reuters |

"Querido Hugo, você fez um esforço mental e físico incrível e merece a vitória como ninguém...Falta agora, só você sabe, que o povo bolivariano faça um esforço supremo à altura do momento histórico", dizia a carta, segundo a leitura de Chávez.

Chávez preside a Venezuela há dez anos, e diz que precisa de pelo menos mais dez para consolidar sua "revolução socialista". Ele considera Fidel, que governou Cuba durante quase 48 anos, como o seu "pai" político.

Uma emenda à Constituição a ser votada em referendo no domingo elimina o limite de mandatos consecutivos para todos os cargos majoritários. Pelas regras atuais, Chávez deve deixar o poder ao encerrar seu segundo mandato, em 2013.

(Por Ana Isabel Martínez)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG