Chávez diz que só pede respeito do próximo presidente dos EUA

CARACAS - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou neste domingo que só pede respeito a seu país por parte do vencedor da eleição presidencial deste ano nos Estados Unidos, país com o qual o governante de esquerda mantém uma guerra verbal constante. Chávez demonstrou confiança na possibilidade de um novo governo em Washington melhorar as relações entre Venezuela e EUA, apesar de já ter feito críticas aos dois principais candidatos que disputam a Casa Branca.

Reuters |

'Esperamos que o próximo presidente dos Estados Unidos...

comece a fazer uma revisão da política imperialista. Só o que pedimos ao próximo governo dos Estados Unidos é que nos respeite, nada mais. Que nos respeitemos mutuamente', disse Chávez, em seu programa semanal de televisão.

As relações entre Caracas e Washington se deterioraram nos últimos dois anos, em meio a uma guerra de acusações cruzadas entre os dois governos. Apesar disso, os EUA se mantém como principal comprador do petróleo venezuelano.

Chávez reiterou que Washington deveria fechar as bases militares que mantém em outros países, como as de Guantánamo e Guanta -- em Cuba e no Equador --, além de dar liberdade a territórios como Porto Rico.

Os candidatos à Presidência norte-americana, o democrata Barack Obama e o republicano John McCain, qualificaram o governo de Caracas como uma 'ameaça' regional.

(Reportagem de Fabián Andrés Cambero)

    Leia tudo sobre: chávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG