Chávez diz que oposição quer retalhar Venezuela

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse que a oposição tem planos para retalhar a Venezuela nas próximas eleições regionais, em novembro, quando ele também enfrentará o Império americano.

AFP |

Durante seu programa dominical "Alô, presidente", o líder venezuelano afirmou que a oposição planeja vencer em vários Estados para, posteriormente, "dividir a Venezuela em pedaços".

Mostrando um mapa da Venezuela, Chávez disse que "parte do plano da oposição golpista, separatista, antivenezuelana é assumir o controle deste território, nas eleições, para então declarar sua autonomia".

No mapa, Chávez marcou várias regiões onde a oposição avança, incluindo Zulia, Táchira, Mérida, Barinas, Apure, Bolívar, Delta Amacuro, Monagas, Nueva Esparta, Caracas, Vargas, Miranda, Aragua e Carabobo.

O presidente explicou que o leste "faz fronteira com o território da Colômbia e com o Império (EUA), que tem muita presença na Colômbia, e que pretende rodear a fronteira até o Lago de Maracaibo, agarrar o Golfo da Venezuela e chegar até o Orinoco, onde está a faixa petrolífera".

"Quem votar em Maracaibo, Guasdualito, pelo governo de Apure, de Barinas, Mérida, Táchira, Zulia, não estará votando apenas no prefeito ou no governador, mas sim com (ou contra) este plano de retalhar a Venezuela...".

"Se eles (a oposição) conseguirem ganhar as eleições (...) no ano que vem será a guerra", advertiu Chávez.

Dos 24 Estados da Venezuela, a oposição conquistou apenas dois nas eleições de 2004: Zulia e Nueva Esparta.

Segundo as pesquisas, esta situação deve mudar em novembro, quando a oposição pode vencer em diversas regiões, incluindo Caracas e o Estado de Miranda.

nn/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG