Chávez diz que não sabe se verá o rei Juan Carlos durante visita à Espanha

Caracas, 20 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje que não sabe ao certo se vai se encontrar com o rei da Espanha, Juan Carlos I, durante a viagem que, a partir de amanhã e até sexta-feira, o levará a Rússia, Belarus, Portugal e Espanha.

EFE |

"Não sei ao certo se verei o rei, já que ele está fora de Madri.

Ele me pediu que o visitasse onde está (na ilha mediterrânea de Mallorca, no arquipélago das Ilhas Baleares). Não sei se haverá tempo", declarou o governante venezuelano em seu programa dominical "Alô, presidente!".

Depois de se corrigir e esclarecer que foi convidado para ir à Espanha pelo atual chefe de Governo, José Luis Rodríguez Zapatero, e não pelo anterior, o conservador José María Aznar, Chávez destacou que o convite também veio do rei, com quem, conforme lembrou, teve um recente desentendimento.

Durante o encerramento da Cúpula Ibero-Americana do ano passado, no Chile, e exatamente quando Rodríguez Zapatero defendia Aznar das críticas de Chávez, o rei provocou o governante venezuelano com a já famosa frase "Por que não se cala?".

"Terei muito gosto em dar um abraço no rei, mas você sabe, Juan Carlos, que eu não vou me calar (...). Continuaremos falando por nós, para um mundo de justos e de iguais", acrescentou Chávez entre risos no programa de hoje.

As relações bilaterais entre Espanha e Venezuela voltaram ao normal em maio deste ano, quando Rodríguez Zapatero e Chávez conversaram durante a cúpula da América Latina e da União Européia no Peru, onde surgiu o convite, depois formalizado em Caracas pelo ministro de Assuntos Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos.

EFE ar/bm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG