Chávez diz que "não podia estar melhor" e anuncia coluna em jornal estatal

Líder venezuelano que encerrou segundo ciclo de quimioterapia diz que exames não detectaram metástase

iG São Paulo |

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou nesta terça-feira que "não podia estar melhor" de saúde após um segundo ciclo de quimioterapia como parte de seu tratamento contra câncer . Chávez afirmou que exames não detectaram metástase e também anunciou que escreverá uma coluna no jornal estatal El Correo del Orinoco na qual vai expressar "suas opiniões e avaliações".

AFP
Chávez após reunião na Venezuela com María Mejía, secretária da Unasul

"Estou bem, não podia estar melhor", disse Chávez em uma entrevista coletiva concedida depois de se reunir por duas horas com a secretária da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), María Emma Mejía, no Palácio de Miraflores, sede do Executivo venezuelano.

O líder venezuelano rebateu as especulações sobre a gravidade de sua doença e questionou: "Se fosse muito grave eu estaria parado aqui?". "Vou seguir trabalhando. Posso parar aqui e falar por cinco horas", completou.

Chávez afirmou que exames recentes não detectaram metástase e células cancerígenas em nenhuma parte de seu corpo.

Sem revelar que tipo de câncer enfrenta, o presidente garantiu que está "com bom espírito", recuperando o peso e deixou de sentir enjoos, apesar de dizer que a quimioterapia "bate forte".

Em junho, Chávez foi submetido a uma operação em Cuba para a retirada de um tumor maligno. O líder venezuelano, que tem 57 anos, já passou por dois períodos de quimioterapia.

Durante a coletiva, Chávez fez um convite aos venezuelanos para que leiam sua nova coluna no El Correo del Orinoco, que se chamará "Notas de Retaguarda". "Não vai ser diária, mas vou escrever com muita regularidade e aí vou explicar tudo para que me entendam", acrescentou.

Com EFE e AFP

    Leia tudo sobre: venezuelachávezcâncercirurgiacubaquimioterapia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG