CARACAS (Reuters) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta quarta-feira que não tem que dar explicações à Espanha, nem a ninguém, sobre acusações de que seu governo teria ligações com o grupo separatista armado ETA e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). O presidente (do governo) espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, a quem eu estimo muito, saiu dizendo por aí que o governo dele se dirigiu ao de Chávez para exigir explicação. Pois eu, Zapatero, não tenho nada que explicar, companheiro, nada, disse o presidente venezuelano em cadeia nacional de rádio e televisão.

(Por Enrique Andrés Pretel)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.