Chávez diz que frota russa entrará em águas venezuelanas nas próximas horas

Caracas, 23 nov (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou hoje que dentro de poucas horas entrarão em águas do país os quatro navios que compõem a frota russa que com a Armada Nacional deve realizar manobras conjuntas.

EFE |

Chávez acrescentou que tudo está preparado para receber o presidente russo, Dmitri Medvedev, que chegará à Venezuela na próxima quarta-feira segundo fontes russas, em declarações aos jornalistas, após votar nas eleições municipais e regionais que se realizam hoje.

Venezuela e Rússia anunciaram há meses a realização de tais exercícios militares nas águas do Mar do Caribe venezuelano, para as quais o Exército russo enviou o cruzeiro de propulsão nuclear "Pedro, o Grande", o destróier "Almirante Chabanenko", um navio-tanque e outro de apoio.

Espera-se que as manobras navais coincidam com a visita de Medvedev, que deve assinar com seu colega venezuelano diversos acordos de cooperação, entre eles um no âmbito da pesquisa da energia nuclear com fins pacíficos. EFE mmm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG