praticamente entrou em depressão - Mundo - iG" /

Chávez diz que Europa praticamente entrou em depressão

Caracas, 21 mar (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse hoje que a Europa praticamente entrou em depressão, produto de uma gravíssima crise do capitalismo.

EFE |

"Há países que se secaram (...), não têm liquidez interna nem quem lhes empreste. A Espanha mesmo está recebendo ajuda da União Europeia (UE) para poder caminhar um pouco", disse Chávez em pronunciamento transmitida pela rede de emissoras estatais.

O governante venezuelano, que também confirmou que participará de uma reunião em Doha entre países árabes e sul-americanos na próxima semana, tentará o apoio internacional a seu plano contra a crise, que inclui investimentos para gerar mais empregos em seu país.

Chávez lembrou que cinco milhões de pessoas perderam seus empregos no ano passado nos Estados Unidos, e que outras 650 mil foram demitidas em cada mês de 2009.

Em contraste, reiterou, o desemprego na Venezuela caiu em fevereiro para 7,4%, contra 15,2% desse mesmo mês de 1999, pouco antes de chegar ao poder.

O governante destacou esses números antes de anunciar "uma série de medidas econômicas que servirá para manter a força da Venezuela e seu processo de desenvolvimento social" EFE ar/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG