Caracas, 28 jun (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou hoje que colocou em alerta as Força Armadas do país após a agressão dos gorilas hondurenhos ao embaixador venezuelano em Tegucigalpa.

"Se nossa embaixada, se nosso embaixador for sequestrado ou atropelado, essa junta militar estará entrando em estado de guerra de facto. Teremos que atuar, inclusive, militarmente. Seremos obrigados", disse Chávez num ato no Palácio de Miraflores, sede da Presidência. EFE gf/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.