CARACAS (Reuters) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse nesta sexta-feira que está morta a tentativa de diálogo para solucionar a crise em Honduras e considerou um erro do governo norte-americano ter pedido as negociações. O presidente qualificou de indigna a tentativa de se abrir as conversas em meio à delicada situação do país.

"Creio que isso está morto", disse Chávez em coletiva de imprensa com correspondentes estrangeiros.

(Por Fabián Andrés Cambero)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.