Chávez diz que deve passar por quimio ou radioterapia

Presidente da Venezuela diz que se recupera bem e que seu câncer não é tão grave 'como alguns gostariam'

iG São Paulo |

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou nesta quarta-feira que deve passar por sessões de quimioterapia ou radioterapia como parte do tratamento contra um câncer na região pélvica. No mês passado, Chávez passou por uma cirurgia em Cuba na qual um tumor cancerígeno foi retirado .

AP
Chávez participa de missa por sua saúde em Caracas (12/07)

Chávez afirmou que se reunirá com seus médicos para ser informado sobre qual tratamento será escolhido para "armar o corpo contra as células cancerígenas". "É provável que seja necessário usar os métodos conhecidos, dependendo da evolução (da doença) e do diagnóstico", afirmou, em entrevista por telefone à emissora estatal.

Chávez não especificou o tipo de câncer do qual sofre, mas deu novas informações sobre a cirurgia pela qual passou. Segundo ele, a operação durou seis horas e removeu um tumor do tamanho de uma "bola".

O líder venezuelano também disse que está se recuperando bem e que já recuperou parte dos 14 quilos que perdeu, se aproximando de seu peso normal, 85 quilos. "Tenho câncer, mas não do jeito que alguns gostariam", afirmou.

Missa

Na terça-feira, Chávez participou de uma missa celebrada por altos representantes da Igreja Católica da Venezuela com o objetivo de pedir saúde ao líder do país. Durante a missa, Chávez recebeu a "unção dos enfermos", um dos sete sacramentos do catolicismo.

"É para que o enfermo tenha força física, mas sobretudo espiritual", afirmou o monsenhor Mario Moronta, acrescentando que o sacramento só é dado a quem "recebeu preparação espiritual" para isso. A cerimônia foi celebrada na Academia Militar de Caracas e transmitida pela emissora estatal VTV. Moronta pediu a Deus pela "saúde espiritual e física" da qual o presidente necessita para seguir no exercício de suas funções.

O sacerdote rezou para que a doença do líder lhe sirva "em seu processo de purificação". Durante a missa, Chávez leu um salmo do apóstolo Santiago.

Chávez, de 56 anos, retornou à Venezuela no início do mês após permanecer quase um mês no exterior, a maior parte do tempo em Cuba, onde foi submetido a duas intervenções cirúrgicas e informou ao país que sofria de câncer.

Desde que voltou de Cuba, o chefe de Estado fez vários discursos breves na televisão e deixa claro que continuará dirigindo o governo.

Na terça-feira, Chávez garantiu que seu câncer não pôs em marcha uma transição no governo nem em seu partido, indicando que manterá a candidatura às eleições presidenciais de 2012. Segundo Chávez, a única transição existente em seu país é do capitalismo para o socialismo.

Com EFE, Ansa e AP

    Leia tudo sobre: chávezvenezuelacâncercubacirurgia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG