Chávez diz que criminalidade na Venezuela vem da Colômbia

Caracas, 21 mar (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, indicou hoje que boa parte da criminalidade na Venezuela vem da Colômbia, por meio de grupos paramilitares.

EFE |

Chávez fez a denúncia durante seu programa dominical de rádio e televisão "Aló Presidente!".

"Ontem capturamos por aqui, nos arredores de Caracas, um grupo de pessoas, estrangeiros, com fuzis: paramilitares", afirmou Chávez.

O presidente não informou sobre detalhes da operação nem sobre o número de detidos ou a nacionalidade deles, embora pelo contexto tenha dado a entender que se tratam de colombianos.

"Boa parte dos sequestros e assassinatos que estão ocorrendo em distintas partes do país vem da Colômbia, do paramilitarismo", acrescentou o líder venezuelano.

Chávez explicou que existe um plano de infiltração de paramilitares a fim de promover um clima de desestabilização.

"Estão nos enchendo de paramilitares em nossos bairros", acusou o presidente.

Chávez deu como exemplo vários crimes de dirigentes socialistas registrados recentemente no estado de Táchira, na fronteira com a Colômbia.

"Em Táchira, mataram vários líderes do partido socialista. É a contrarrevolução, que busca aterrorizar a comunidade para que recuemos, mas eles não poderão conosco", complementou Chávez. EFE rr/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG