Chávez diz que CIA está por trás de manifestações mundiais contra ele

Caracas, 4 set (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou hoje que a jornada mundial de mobilizações contra ele foi um fracasso e que a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA, na sigla em inglês) está por trás dela.

EFE |

Milhares de pessoas protestaram hoje em vários países, principalmente na Colômbia, Honduras e Estados Unidos, contra a suposta ingerência do líder venezuelano, em resposta a uma convocação batizada de "Não Mais Chávez", lançada nas redes sociais virtuais Facebook e Twitter.

"Por trás disso se sabe que está a CIA e seu grande poderio, muito dinheiro e recursos tecnológicos do capitalismo ocidental", afirmou Chávez, em uma ligação telefônica à estatal "Venezolana de Televisión" (VTV).

O presidente se referiu à "pouca" participação nos eventos e acrescentou que, independentemente disso, estaria claro que "a direita mundial está diminuída", enquanto as "forças progressistas avançam".

A série de protestos contra Chávez foi um "fracasso, e eles seguirão fracassando", já que, segundo o líder, "se trata da luta entre o passado obscuro, horrível e tenebroso, do qual estamos saindo, e o novo amanhecer que se levanta". EFE gf/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG