Chávez descobre que 'beijou' Obama 20 dias após campanha da Benetton

Antes de ver a foto, presidente venezuelano perguntou aos jornalistas se americano estava inspirado e com os 'olhos fechados'

iG São Paulo |

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, fez uma brincadeira nesta terça-feira com a campanha da marca italiana Benetton, que por meio de uma fotomontagem mostra ele e o líder americano, Barack Obama, trocando um beijo.

Leia também: Campanha contra o ódio mostra beijos entre líderes mundiais

Reprodução
Anúncio da Benetton mostra Obama "beijando" Chávez


"Eu daria um reconhecimento ao idealizador, acho que é uma boa brincadeira", afirmou Chávez após tomar conhecimento da imagem quase um mês depois do lançamento da campanha, quando esta lhe foi mostrada por jornalistas.

"De verdade, não me importo. São coisas desse mundo, eu acho que é uma estratégia propagandista", acrescentou o governante venezuelano.

Antes de ver a imagem, Chávez perguntou aos jornalistas: "E como Obama aparece? Com os olhos fechados, parece inspirado?", provocando o riso entre os jornalistas e ministros presentes.

A campanha da United Colors of Benetton chamada "Unhate" (não odeie, em tradução livre), foi apresentada, oficialmente no mês passado. Além de Chávez e Obama, outros líderes como o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmud Abbas, aparecem se beijando.

Na ocasião, o porta-voz da Casa Branca Eric Schultz desaprovou a campanha, afirmando que os EUA discordam do uso da imagem do presidente americano para fins comerciais.

Mas a maior polêmica suscitada com a campanha se trata da foto em que o papa Bento 16 e o imã sunita Ahmed Mohamed el-Tayeb se beijam. O Vaticano prometeu tomar medidas legais contra a distribuição, mesmo que na mídia, da fotomontagem.

A Benetton retirou a fotomontagem do papa imediatamente depois de seu lançamento, assim que o Vaticano a descreveu como uma provocação inaceitável. A empresa disse que a campanha, que mostra supostos inimigos políticos se beijando, tinha o objetivo de fomentar a tolerância.

Com EFE

    Leia tudo sobre: benettonchávezobamavaticanoódiobeijopapaimãcampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG