Chávez denuncia incursão de militares colombianos na Venezuela

Caracas, 9 ago (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, denunciou hoje a incursão de militares colombianos em território venezuelano e qualificou o fato como outra provocação do Governo do presidente Álvaro Uribe.

EFE |

Os militares colombianos entraram na Venezuela através do Rio Orinoco, mas saíram de maneira rápida já que não foram interceptados por soldados venezuelanos enviados ao local, disse Chávez durante seu programa dominical de rádio e televisão "Alô Presidente".

Chávez acrescentou que "esse episódio constituiu outra das tantas provocações de Bogotá no marco das agressões que lança contra a Venezuela em um plano supostamente dirigido pelos Estados Unidos".

Nesse contexto, o presidente venezuelano afirmou hoje que pedirá amanhã em Quito a seus colegas reunidos na Cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) para "levantar sua voz" contra a "ameaça" que, segundo sua opinião, constituem para a região os acordos militares negociados entre EUA e Colômbia.

"Esses acordos são uma ameaça para a Venezuela, porque incluem a instalação de bases militares ianques em território colombiano, o que facilitaria os supostos planos que os Estados Unidos têm de invadir o país para se apoderar de sua riqueza petrolífera", sustentou.

O presidente ordenou hoje a suspensão de um convênio para a provisão de combustível subsidiado à Colômbia e reiterou que substituirá as importações colombianas por outras da Argentina e Brasil. EFE gf/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG