está a ponto de explodir - Mundo - iG" /

Chávez convoca reunião da Alba e alega que Bolívia está a ponto de explodir

Caracas, 22 abr (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje que convocou uma reunião extraordinária da Alternativa Bolivariana para as Américas (Alba) para esta quarta-feira, porque a Bolívia está a ponto de explodir.

EFE |

O líder comentou ainda que "é o império que quer que (a Bolívia) exploda e a direita fascista que quer a guerra".

O vice-presidente de Cuba, Carlos Lage, desembarcou hoje à tarde em Caracas. Estava prevista ainda para esta terça a chegada do governante da Bolívia, Evo Morales, e para as primeiras horas desta quarta a de seu homólogo da Nicarágua, Daniel Ortega.

O encontro tem como objetivo discutir o que é possível fazer "de fora" para se apoiar a democracia boliviana, segundo o chefe de Estado venezuelano.

O líder cubano Fidel Castro, lembrou Chávez, escreveu no último domingo que está "a ponto de presenciar outra tragédia" com um suposto plano para desmembrar a Bolívia e derrubar Morales.

"É a loucura (...). A loucura do fascismo, da extrema direita fascista encorajada pela mão assassina do império" americano, comentou Chávez em um discurso em seu escritório e transmitido pela emissora "VTV", que integra a rede estatal de televisão em seu país.

Diante disso, o líder venezuelano disse ter optado por promover "uma reunião extraordinária da Alba".

Chávez indicou que também entrou em contato com as autoridades de Brasil, Argentina e Equador, para "tratar de evitar de fora o que para muita gente a estas alturas parece inevitável: uma explosão na Bolívia".

"A mão do império está por trás de tudo isto", insistiu o governante venezuelano, que acrescentou que "a direita fascista já está há dois anos injetando ódio" na Bolívia, onde pela "primeira vez o povo tem um presidente indígena". EFE ar/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG