Caracas, 30 abr (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, voltou a convidar hoje seu colega americano, Barack Obama, a se juntar ao socialismo, e disse que o governante dos Estados Unidos terá que adotar medidas profundas para recuperar a economia da principal potência do mundo.

"Viva o socialismo nos Estados Unidos! Algum dia (o socialismo) chegará aos Estados Unidos, e digo (a Obama) que passe para este lado, o do socialismo", declarou Chávez, durante um ato oficial transmitido em cadeia nacional de rádio e televisão.

O líder esquerdista e ferrenho detrator do capitalismo fez o comentário enquanto conversava com representantes sindicais americanos que visitam a Venezuela.

Durante seu discurso, Chávez voltou a contrastar a situação dos Estados Unidos, onde "no último ano cinco milhões de pessoas perderam seus trabalhos e as fábricas estão fechando", com a da Venezuela, onde "o desemprego cai e fábricas são abertas".

"Obama vai a ter de adotar medidas profundas para recuperar a economia americana, porque se não fizer isso, o que vai fazer com esses milhões de desempregados", expressou.

Chávez e Obama protagonizaram uma inesperada aproximação durante a Cúpula das Américas realizada este mês, e entre sorrisos e apertos de mãos expressaram sua disposição de recuperar as difíceis relações diplomáticas bilaterais. EFE gf/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.