Chávez beija Angela Merkel e pede perdão por insultos

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, revelou nesta sexta-feira que pediu perdão à chanceler alemã, Angela Merkel, por tê-la insultado depois que ela o criticou há uma semana.

AFP |

Chávez aproveitou o momento da foto oficial da V Cúpula União Européia e América Latina, em Lima.

"Cristina (Kirchner, presidente argentina) estava ali. Dei um beijo nela e na chanceler alemã, a quem disse que 'me perdoasse, se fui duro, aqui está minha mão'", contou o presidente venezuelano, em conversa com jornalistas de delegações oficiais, citadas pela agência peruana Andina.

ljc/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG