Lisboa, 23 jul (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, atribuiu hoje a uma guerra midiática planificada a notícia de que seria instalada uma base russa na Venezuela, o que qualificou de uma informação totalmente falsa.

O presidente venezuelano chegou hoje a Lisboa, em meio a uma viagem européia para presidir a assinatura de vários acordos no valor de quase US$ 750 milhões e estreitar relações com o Governo do primeiro-ministro socialista José Sócrates, e partirá na quinta ou na sexta-feira para Espanha.

"Percorreu hoje o mundo a notícia de que eu disse em Moscou que íamos instalar uma base de tropas russas na Venezuela, algo tão falso como se eu dissesse que aqui faz sol", comentou Chávez.

O presidente sul-americano falou à imprensa passadas já às 22h na hora local, após a assinatura de seis documentos de cooperação e econômicos pouco depois que seu avião aterrissasse no aeroporto próximo a Lisboa.

Chávez assegurou que vai manter sua política embora repitam falsidades sobre ele para acusá-lo de "provocador" e "violento" e destacou as mudanças em curso na Venezuela.

Nos últimos oito meses, é a terceira vez que Chávez e Sócrates se encontram, depois que o chefe de Estado venezuelano visitou Lisboa em novembro e Sócrates esteve em Caracas em maio. EFE ecs/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.