As armas suecas apreendidas em um acampamento da guerrilha colombiana das Farc e propriedade das Forças Armadas da Venezuela foram roubadas em 1995 pelos rebeldes em um ataque à base naval venezuelana de Cararabo, afirmou nesta quarta-feira o presidente Hugo Chávez.

Em uma entrevista coletiva, Chávez mostrou uma ata de 1995, que relata como a guerrilha levou da base de Cararabo (que fica em Apure, estado na fronteira com a Colômbia) "tudo o que estava no parque: munições, 18 fuzis automáticos leves (...) e cinco lança-foguetes AT4".

Segundo Chávez, a denúncia da Colômbia sobre a descoberta destas armas em poder das Farc é uma "manobra suja" que busca desviar a atenção do acordo negociado por Bogotá e Washington para o uso de algumas bases militares em território colombiano pelo Estados Unidos.

bl-nn/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.