Chávez anuncia que Honduras pode entrar na Alba

Manágua, 19 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou hoje, em Manágua, que o Governo de Honduras quer se unir à Alternativa Bolivariana para as Américas (Alba).

EFE |

Chávez fez o anúncio durante as comemorações do 29º aniversário da revolução sandinista, das quais participa ao lado de seu homólogo hondurenho, Manuel Zelaya.

O governante venezuelano disse que Tegucigalpa "tem o desejo de ingressar na Alba".

"Esta é uma notícia histórica. Não sei se estou cometendo uma imprudência, mas você (Zelaya) me tinha dado esse aviso", assinalou Chávez, dirigindo-se ao presidente hondurenho, que sorriu de volta.

"O Governo de Honduras, o presidente Zelaya, disse que tem a intenção, tem a vontade de se unir à nossa Alternativa Bolivariana para as Américas", reafirmou Chávez, perante as dezenas de milhares de pessoas participavam dos atos.

A Alba, que atualmente é integrada por Bolívia, Cuba, Dominica, Nicarágua e Venezuela, foi criada como uma alternativa à Área de Livre-Comércio para as Américas (Alca), promovida pelos Estados Unidos.

"A entrada de um novo país da América Central (na Alba) é verdadeiramente importante", disse Chávez, acrescentando que se está criando "um espaço geopolítico totalmente novo". EFE lfp/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG