Tamanho do texto

Caracas, 11 set (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou hoje que há vários detidos pela suposta conspiração de militares contra ele denunciada na noite da quarta-feira, sem revelar o número ou as identidades dos envolvidos.

"Há vários detidos e o ministro da Defesa (Gustavo Rangel) ordenou abrir uma investigação através da Procuradoria militar", disse Chávez, em um ato com partidários realizado em Caracas. EFE rr/an