Chávez anuncia nacionalização de banco do grupo Santander para dia 22

Caracas, 13 mai (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou hoje que em 22 de maio deve estar assinando um documento global com o acordo que for obtido com o Grupo Santander para a nacionalização do Banco da Venezuela, pertencente ao grupo espanhol.

EFE |

Assim que o banco passar para controle estatal, a Venezuela terá "mais força", assim como "o desenvolvimento da economia social do país", afirmou Chávez em um conselho de ministros transmitido em cadeia nacional obrigatória de rádio e televisão durante o qual abordou diversos temas.

Mais cedo, o presidente tinha afirmado que o ministro de Finanças venezuelano, Alí Rodríguez, estava reunido em Caracas com membros do Grupo Santander para "fechar" a questão.

O anúncio das negociações com o Banco da Venezuela, do qual 96% das ações pertencem ao Grupo Santander desde dezembro de 1996, foi feito por Chávez no final de julho de 2008.

O presidente afirmou no domingo que esse banco, "em breve", passará a ser patrimônio do Estado venezuelano. EFE ar/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG