Decisão se dá dias depois da responsável pela delegação diplomática na cidade ser expulsa dos EUA acusada de conspiração

Presidente venezuelano discursa na Assembleia Nacional em Caracas
AP
Presidente venezuelano discursa na Assembleia Nacional em Caracas
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ordenou na sexta-feira (13) o fechamento do consulado venezuelano em Miami, dias depois de a responsável pela delegação diplomática na cidade norte-americana ser expulsa pelos Estados Unidos ao ser acusada de conspiração.

O atual atrito entre ambos os países, que apesar da intensa relação comercial se enfrentam ideologicamente, deixará dezenas de milhares de venezuelanos que vivem na Flórida sem representação diplomática e complicará a possibilidade de votar nas eleições presidenciais de 2012.

"O chanceler Nicolás (Maduro) me recomendou fechar o consulado (venezuelano em Miami). Bom, então fecharemos. Não terá consulado em Miami", disse Chávez em discurso na Assembleia Nacional.

Os Estados Unidos expulsaram na semana passada a consulesa venezuelana em Miami, Livia Acosta, depois da transmissão de um documentário, pela rede de TV Univisión, que a acusa de tramar ciberataques contra computadores do governo norte-americano junto a agentes cubanos e iranianos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.