invenções sobre caso da mala - Mundo - iG" /

Chávez acusa FBI e CIA de fazer invenções sobre caso da mala

Caracas, 25 set (EFE) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, disse hoje que os órgãos de inteligência dos Estados Unidos fizeram uma invenção em torno da apreensão da mala com US$ 800 mil, que estava em poder do empresário Guido Antonini Wilson, em Buenos Aires para prejudicar as relações entre o seu país e a Argentina. Condenam-me por uma mala inventada pelo o FBI (Polícia federal americana) e a CIA (agência de inteligência americana) para tentar prejudicar as relações do Governo da Argentina com o venezuelano, declarou Chávez em Moscou, em entrevista por telefone para rede estatal Venezolana de Televisión (VTV). Chávez faz visita de trabalho a Rússia, terceira etapa de sua viagem de uma semana, que começou no domingo em Cuba, passou pela China, e ainda irá a França e Portugal. A Justiça americana acusa quatro venezuelanos e um uruguaio de atuar como agentes do Governo de Chávez em uma operação para esconder a origem dos US$ 800 mil apreendidos na Argentina, em agosto de 2007. Antonini Wilson se transformou na principal estrela do julgamento que ocorre em Miami. Segundo gravações de conversas dos acusados apresentadas como provas, o dinheiro seria destinado a campanha da presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner.

EFE |

O empresário, testemunha protegida pelo FBI, disse no julgamento que, além dos US$ 800 mil apreendidos, havia outros US$ 4,2 milhões no avião que ele usou para chegar a Buenos Aires acompanhado de altos funcionários de empresas petrolíferas de Venezuela e Argentina. EFE gf/rb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG