Cháves, Correa e Ortega discutem as relações da Colômbia com seus vizinhos

Os presidentes de Equador, Venezuela e Nicarágua se reuniram nesta terça-feira em uma inesperada minicúpula para analisar suas relações com a Colômbia, país com que, em março passado, estiveram a ponto de entrar em guerra depois de uma incursão colombiana em solo equatoriano.

AFP |

Os presidentes Rafael Correa, Hugo Chávez e Daniel Ortega - que integram o eixo da esquerda mais radical da América Latina - se reencontraram no porto equatoriano de Manta (sudoeste) para discutir o delicado tema sob um ambiente mais distendido do que imperou nos dias seguintes ao ataque colombiano de 1o. de março contra as FARC.

Uma fonte oficial indicou à AFP que os três presidentes conversaram a portas fechadas, mas nenhuma informação transcedendeu do encontro.

Também estava previsto que os presidentes Hugo Chávez e Rafael Correa discutiriam o plano para criar a maior usina petroquímica do Pacífico sul-americano.

Trata-se de uma obra de pelo menos 6,6 bilhões de dólares de investimento, com capacidade de processar 300.000 barris diários de petróleo e que ficará pronta até 2012, segundo os governos.

O impacto dessa usina sobre a reserva preocupa os grupos ecologistas, os quais o presidente equatoriano chamou no sábado passao de "riquinhos desocupados", advertindo-os contra qualquer tentativa de sabotagem.

vel/sp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG