Nações Unidas - A atriz sul-africana Charlize Theron, que recebeu nesta segunda-feira o diploma que a credencia como mensageira da paz para a ONU, assegurou seu compromisso para trabalhar junto ao organismo multilateral para pôr fim à violência contra a mulher.

Theron recebeu a nomeação por parte do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que, durante seu mandato, lançou várias iniciativas para envolver celebridades de Hollywood, como os atores George Clooney e Michael Douglas, em atividades humanitárias do organismo.

Em entrevista coletiva, a atriz destacou que a violência contra as mulheres é um dos assuntos que a "preocupou há muito tempo, por ter nascido e sido criada na África do Sul, por viver em um país onde é muito evidente que a violência contra as mulheres e as meninas é um problema que não vai desaparecer e, de fato, piorou".

"Para mim, era muito difícil, como mulher e como ser humano, não me envolver", disse a atriz, que afirmou que além de se comover com as múltiplas notícias sobre a violência contra as mulheres, admitiu que é um assunto que "afeta a qualquer um emocionalmente".

Segundo dados das Nações Unidas, uma em cada cinco mulheres se tornará vítima de estupro em algum momento de sua vida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.