Roma, 28 abr (EFE).- O príncipe Charles da Inglaterra e sua esposa, Camilla, visitaram hoje Veneza, onde o herdeiro britânico participou de um seminário sobre a regeneração industrial da lagoa local e indicou a necessidade de manter e restaurar os edifícios de valor arquitetônico que estão em risco.

Durante seu discurso, Charles disse que, no momento de construir novas áreas de desenvolvimento dentro ou próximas aos centros históricos, cidades ou paisagens, é necessário "olhar para o passado e para o futuro".

"Desde os tempos em que não suportava o destrutivo e brutal vandalismo que estava se impondo na Grã-Bretanha sob a falsa aparência do desenvolvimento, tenho trabalhado para definir uma série de princípios para uma melhor construção dos lugares", disse Charles, segundo a imprensa local.

O príncipe disse que é necessário construir de maneira flexível, reutilizando edifícios antigos onde for possível, construir respeitando o lugar em termos de materiais utilizados e levando em conta a ecologia, além de construir com elegância, respeitando os elementos tradicionais.

O príncipe de Gales reclamou que, nos últimos tempos, "ninguém ousa falar de beleza, como se fosse uma doença inominável".

Enquanto Charles participava do seminário, Camilla visitou o museu Fundação Peggy Guggenheim.

Depois, os dois visitaram uma casa do século XVI de estilo veneziano recentemente restaurada pela fundação britânica Perl.

O dia em Veneza terminará com a presença no casal no Teatro La Fenice para assistir a uma ópera. Charles e Camilla partirão amanhã para a Alemanha. EFE JL/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.