Os chanceleres do Afeganistão, Rangeen Dadfar Spanta, e do Paquistão, Shah Mehmood Qureshi, viajam na próxima semana a Washington, para se envolverem na nova estratégia americana no Afeganistão, anunciou nesta quinta-feira o Departamento de Estado.

"Convidamos a delegação paquistanesa e a afegã para que possam participar desta revisão (de estratégia)", declarou o porta-voz do Departamento de Estado, Gordon Duguid, em entrevista à imprensa.

De acordo com Duguid, as delegações serão chefiadas pelos ministros de Relações Exteriores dos dois países assegurando que ambas estarão em Washington na próxima semana.

Mesmo com reforços, os EUA enfrentam "ano difícil" no Afeganistão, afirmou na quarta-feira o comandante das forças internacionais no Afeganistão (Isaf), o general americano David McKiernan.

Na primeira decisão militar de seu mandato, o presidente Barack Obama anunciou, na terça-feira, que as tropas americanas no Afeganistão receberão o reforço de uma brigada do Exército e outra dos Fuzileiros Navais, num total de 17 mil homens, que partirão nos próximos meses.

"Não há dever mais solene como presidente do que a decisão de mobilizar nossas forças armadas para enfrentar uma situação de perigo", declarou Obama na ocasião, através de um comunicado.

Leia mais sobre Afeganistão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.