Caracas, 9 jul (EFE).- O ministro das Relações Exteriores venezuelano, Nicolás Maduro, disse hoje que o encontro de sexta-feira entre o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e o chefe de Estado colombiano, Álvaro Uribe, servirá para uma conversa franca e para um reencontro do ponto de vista político.

"Sexta-feira vamos receber o presidente Uribe para conversar sobre as diferenças entre nossos Governos nos últimos meses e, sobretudo, a respeito dos programas de cooperação nos planos energético, de infra-estruturas e fronteiriços", comentou Maduro à imprensa.

O chanceler disse que a agenda do encontro tem como principais objetivos "ordenar um cronograma sobre os assuntos principais de cooperação fronteiriça, energética e comercial" entre ambos os países.

As relações entre Caracas e Bogotá parecem estar se recompondo depois das tensões iniciadas em novembro de 2007, e que chegaram a seu ponto crítico em 1º de março, quando o Exército colombiano atacou um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no Equador.

O chanceler venezuelano expressou o interesse de seu Governo de "restabelecer um diálogo construtivo" com a Colômbia e não duvidou em classificar o encontro como um "gesto bem positivo".

"É preciso acabar com qualquer possibilidade de que possa ter existido um conflito ou uma tensão que danifique a região", disse.

"Estamos ligados à Colômbia por muitos assuntos que têm que ser desenvolvidos com respeito e cooperação permanentes", comentou Maduro.

A reunião entre Uribe e Chávez acontecerá na próxima sexta-feira, no estado de Falcon, na Venezuela. EFE afs/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.