Chanceler Tzipi Livni é favorita para substituir Olmert em Israel

Jerusalém, 28 ago (EFE).- A ministra de Assuntos Exteriores de Israel, Tzipi Livni, aparece como favorita nas enquetes para substituir o atual primeiro-ministro do país, Ehud Olmert, à frente de seu partido, o Kadima, nas primárias de setembro.

EFE |

A chefe da diplomacia israelense contaria em um primeiro turno com 49% de intenções de voto, contra 28% de seu oponente mais próximo, o ministro dos Transportes Shaul Mofaz, segundo uma pesquisa publicada hoje pelo jornal "Maariv".

No segundo turno, a vantagem de Livni aumentaria para 53%, frente aos 24% de Mofaz, segundo esta mesma fonte.

A pesquisa não dá nenhuma possibilidade aos outros dois candidatos, Avi Dichter, titular de Segurança, e Meir Shetrit, ministro da Habitação, que contariam com percentuais de intenções de voto de 8,12% e 7,6% respectivamente.

O vencedor das primárias pode se transformar no próximo primeiro-ministro de Israel, caso consiga manter a atual coalizão de Governo.

Olmert se viu obrigado a convocar eleições primárias e a anunciar que não concorrerá nelas e que abandonará a chefia do Executivo, após ver-se imerso em vários escândalos de corrupção pelos quais ainda não foi acusado oficialmente. EFE aca/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG